Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Parque Municipal Carlos Hidalgo Gomes de Loureiro

Criado por decisão da Autarquia, em 21 de Agosto de 1929, as obras de construção do Parque Municipal, realizadas ao estilo tradicional português, arrastaram-se por vários anos, passando do afã construtivo inicial ao estado de abandono que tinha em 1949. Em 1952, o Executivo liderado por José da Silva Leite, considerando o Parque de extrema importância para o bem-estar da população, propôs a remodelação integral do espaço.

O projeto foi entregue ao consagrado arquiteto paisagista Francisco Caldeira Cabral (1909-1992), formado em Berlim, pioneiro do ensino da arquitetura paisagista em Portugal e autor de inúmeros projetos em Portugal e no estrangeiro. Em 10 de Janeiro de 1956, Caldeira Cabral apresentou o projeto que após algumas retificações, foi aprovado em 1959.

Implantado numa área de cerca de 3,5 hectares, o Parque forma um retângulo de 270m x 120m, onde foram plantadas árvores da flora nacional.

Hoje mantém-se um aprazível espaço verde, com amplas áreas de relvado, área desportiva (ringue), zona de bar e recantos mais intimistas.

Recebeu o nome do seu maior impulsionador, Carlos Hidalgo Gomes de Loureiro, líder do executivo camarário da década de 30 do século XX.

Situado no centro do Montijo, é um dos ex-líbris da nossa cidade e um dos jardins mais antigos, com um amplo espaço verde, onde se insere inúmeras espécies florísticas. Contem espaço infantil, ringue para diversos desportos e equipamento de cafetaria.

Flora existente

Podemos encontrar um grande número de espécies, entre elas destacamos os carvalhos, os sobreiros, os choupos, os freixos, as olaias, as tílias, os amieiros, os loureiros, os cedros, entre outros.

Área aproximada:

35829m2

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze