Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Serviços urbanos

  • Controle de Pragas

    Definem-se como pragas urbanas as que afetam os núcleos urbanos perturbando as atividades que ali se desenvolvem, o meio envolvente, podendo contribuir para a transmissão de doenças infectocontagiosas, danificando ou perturbando o habitat e o bem-estar humano.

    O controlo das pragas urbanas tem como finalidade a proteção da saúde e do bem-estar das populações e do património.

    Os serviços municipais executam um Controlo Integrado de Pragas Urbanas, que é uma alternativa mais moderna, tecnicamente mais adequada e ecologicamente mais correta e segura para a obtenção do controle de pragas urbanas.

    Esta tarefa implica o envolvimento de todos por forma a manter o ambiente livre de pragas e a população mais saudável, consistindo em:

    • Controlar e eliminar as populações de pragas que infestam as áreas abrangidas pelo sistema;
    • Prevenir a presença de pragas ocasionais;
    • Minimizar os riscos para a saúde humana e para o ambiente;
    • Minimizar a formação de populações de pragas resistentes;
    • Reduzir a necessidade de biocidas (químicos);
    • Minimizar a formação de resíduo químico;
    • Abordar preventivamente a questão de pragas;

    Envolver toda a população na prevenção das pragas, fomentando hábitos saudáveis de vivência na Cidade.

    São efetuadas ações diárias, previamente calendarizadas, de controlo da população de ratos e baratas, quer na rede de esgotos, quer à superfície, bem como o controlo sazonal de outras pragas e outras espécies nocivas na via e espaços públicos.

    Podem também ser efetuadas, no espaço público ou no património municipal, intervenções pontuais a pedido dos Serviços ou dos munícipes.

    Poderão ser efetuadas intervenções em fogos onde se verificam situações de insalubridade, a pedido das Autoridades de Saúde, Juntas de Freguesia ou outras organizações da comunidade.

  • Ecocentro

    O Ecocentro é um parque de acesso público com contentores de grandes dimensões, que recebe separadamente diversos materiais para tratamento e reciclagem.

    São os locais mais adequados para depositar objetos volumosos como sofás e colchões, entulhos de construção, ramagens de árvores, aparas de jardim e madeiras.

    O QUE SE PODE DEPOSITAR NO ECOCENTRO

    • Objetos Volumosos: sofás, colchões e móveis
    • Óleos: óleos alimentares usados, devidamente acondicionados e óleos minerais
    • Embalagens de Plástico e Metal: sacos de plástico, garrafas e garrafões de plástico, embalagens de plástico de detergentes, champôs, latas de bebidas, de conservas e aerossóis, pacotes de bebidas (leite, sumos, vinho)
    • Papel e Cartão: cartões, jornais, revistas, livros, papel de arquivo, papel de computador e caixas de cartão
    • Madeiras: caixas de fruta e paletes
    • Verdes: ramagens e aparas de jardim

    Contactos:
    Ecocentro Montijo – 93 207 39 18

    AMARSUL: N.º gratuito 800 205 674

    www.amarsul.pt
    Horário de Funcionamento

    2.ª feira a 6.ª feira das 9h00 às 18h00

    sábados das 9h00 às 12h30

    Encerramento aos sábados de tarde, domingos e feriados

    imagem

  • Recolha de Monos

    Os monos domésticos são os resíduos de grandes dimensões, como os sofás e os móveis, cuja recolha é efetuada pelas Autarquias.

    Caso deseje desfazer-se destes resíduos tanto poderá contactar o responsável pela recolha da sua área ou entregar no Ecocentro mais próximo. A deposição de resíduos nos Ecocentros não tem qualquer custo.

    Contactos: 212327837
    Dias de Recolha: Segunda a Sábado.

 

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze