Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Câmara fecha contas com saldo superior a 5 milhões de euros.

Pa os do concelho 1400x550 1 1024 2500
12 Abril 2018

A Câmara Municipal do Montijo alcançou um saldo de execução orçamental superior a 5 milhões de euros no ano de 2017, fixando-se o resultado positivo do exercício na ordem dos 4 milhões de euros, num desempenho considerado “extraordinário” pelo presidente da câmara, Nuno Canta, durante a apresentação da Prestação de Contas 2017, aprovada na reunião ordinária de 11 de abril de 2018, com os votos a favor do PS, as abstenções da CDU e o voto contra do PSD.

“Os documentos de Prestação de Contas demonstram que foram alcançados resultados extraordinários, que são fruto do trabalho competente de uma gestão rigorosa do dinheiro público e de uma gestão em proximidade com as pessoas, com os autarcas e com os trabalhadores. A ação política traduzida nestes documentos teve um efeito positivo no desenvolvimento e na qualidade de vida do Montijo e dos montijenses”, afirmou Nuno Canta.

O presidente acrescentou, ainda, que “apesar dos bloqueios da oposição, tendo a câmara gerido o ano de 2017 com um orçamento transposto de 2016, o Município do Montijo continuou a sua política de contas em dia, reduziu a dívida municipal e o prazo médio de pagamento a fornecedores para três dias, devolveu impostos municipais às pessoas e empresas e concretizou o investimento público que assumiu com os cidadãos”.

Numa análise aos números, a Prestação de Contas de 2017 demonstra um incremento superior a 3, 3 milhões de euros no resultado líquido positivo, face ao resultado alcançado no ano de 2016.

A taxa de realização da receita foi de 99,2 por cento (30 429 715,47 euros), o que significa um crescimento de 6 por cento (1 845 761,69 euros) face a 2016. A receita corrente ascendeu a 26 225 547,32 euros, mais 607 175,06 euros que o previsto. A receita de capital alcançou 413 098,62 euros, que inclui 75 462,16 euros provenientes do POR Lisboa 2014-2020 relativos à reabilitação da Ermida de Santo António.

A execução da despesa atingiu o montante total de 26 447 237,14 euros e uma taxa de realização de 86 por cento. A realização da despesa corrente atingiu os 22 718 789,90 euros e uma taxa de 94 por cento, o que demonstra um bom desempenho financeiro.

As despesas de capital ascenderam a 3 728 447,24 euros e traduzem-se na realização de obras de recuperação de edifícios escolares, como foi o caso da conclusão do programa de substituição de coberturas em fibrocimento com a intervenção na EB Novos Trilhos, na Atalaia; na requalificação do espaço verde junto às Residências Montepio na Av. Pedro Nunes; na manutenção da rede viária no centro da cidade e nas freguesias; na obra do arranjo paisagístico do Largo da Feira em Canha; na pavimentação da Av. Luís de Camões e de arruamentos no Bairro da Bela Colónia; na recuperação do polidesportivo de Sarilhos Grandes; a recuperação da Ermida de Santo António; no reforço do dispositivo de proteção civil com aquisição de equipamentos para os bombeiros; no apoio ao movimento associativo e ao comércio local, entre outros investimentos.

Por último, salienta-se que o montante de amortizações dos empréstimos de médio e longo prazo foi de 1 115 854,06 euros.

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze