Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Exposições

Exposição "A Lata Vira Brinquedo"

Banner_Expo_Brinquedo_1400x550_1_1024_2500

Patente até 31 de agosto 2018

O Museu Municipal Casa Mora tem patente a exposição “A Lata Vira Brinquedo”. Entre carros, bonecos, robots, motas e outros brinquedos de folha, esta mostra desafia o visitante a entrar no mundo do brinquedo, onde a imaginação é levada ao limite.

A mostra dá-lhe, também, a conhecer que o Montijo esteve diretamente ligado à produção nacional de brinquedos de folha, pois era usual recorrer-se à indústria de transformação de carnes montijense para a execução deste tipo de brinquedo, devido à excelente qualidade da folha-de-flandres empregue nesta indústria. Alguns dos brinquedos produzidos com material proveniente do nosso concelho têm estampada uma nota com os nomes das indústrias montijenses provisoras.

O brinquedo de folha surgiu em meados do século XX, a norte do país, atingindo o seu ponto mais alto por volta da década de 50, tendo desaparecido quase por completo na década seguinte, quando se viu substituído e ultrapassado pelo plástico.

Hoje em dia é uma peça muito procurada e valorizada nacional e internacionalmente, encontrando-se em museus ou na posse de grandes colecionadores do mundo.

Visite a exposição “A Lata Vira Brinquedo” e descubra mais sobre o universo dos brinquedos de folha.

Entrada livre | 3.ª feira a sábado: 9h00-12h30 e 14h00-17h30

 

 

Exposição "Reencontro com Marcelino Vespeira"

 

1400x550 cópia

De 9 de março a 5 de maio de 2018

Natural do Samouco (1925-2002), Marcelino Vespeira foi um dos fundadores do Grupo Surrealista de Lisboa e um dos nomes mais marcantes deste movimento. Figura incontornável da pintura portuguesa, a obra rica e diversificada de Vespeira abordou a mulher, numa evocação permanente da sensualidade do corpo feminino.

Do neo-realismo à abstração, passando pelo surrealismo, Vespeira dizia que a sua pintura era como o seu rio: “uma linha do horizonte calma e sem ondas, e depois o mergulhar, o apanhar coisas lá em baixo…”.

Em 1985, a Câmara Municipal do Montijo prestou-lhe homenagem com a criação do Prémio Vespeira, encontrando-se no espólio municipal um conjunto de serigrafias do pintor, apresentadas nesta exposição.

Entrada livre

Horário: 3.ª feira a sábado: 9h00-12h30 e 14h00-17h30

 

 

Exposição "Breve História do Parlamentarismo em Portugal"

Breve_Hist_ria_do_paralmentarismo_em_Portugal_1_1024_2500

A mostra itinerante, da responsabilidade do Museu da Assembleia da República, é constituída por 25 painéis que contam a história do parlamentarismo português e dos espaços que o parlamento ocupa desde 1934.

A exposição recua, ainda, à origem do Palácio de São Bento, que começou como um mosteiro, em 1598, até à transformação em Palácio das Cortes, em 1833. Nela se ilustram também as adaptações e acrescentos ao atual edifício e é dada especial atenção à história do parlamento, a partir de 1976, com referência aos partidos políticos representados e ao modo de funcionamento deste órgão de soberania nacional.

Patente até 24 de fevereiro 2018.

Horário: 3.ª feira a sábado - 9h00-12h30 e 14h00-17h30


Exposição Luís Rouxinol: 30 Anos de Alternativa

Lu_s_Rouxinol_1400x550_1_1024_2500

A mostra Luís Rouxinol: 30 anos de alternativa é um percurso pelas três décadas da intensa carreira do cavaleiro de Pegões. Uma oportunidade de ver as mais peças mais significativas do seu acervo pessoal e conhecer os marcos da sua longa trajetória, pontuada por alguns dramas, mas felizmente, marcada por inúmeros êxitos, que o consagram como o cavaleiro mais premiado da história do toureio equestre.

Patente até 31 Dezembro 2017

 

 

Exposição “Bonecas no Mundo” 

imagem

De 21 abril a 03 de junho de 2017

Comissariada por Ondina Pires, a exposição "Bonecas no Mundo" consiste em mais do que colocar bonecas em vitrines, trata-se de mostrar ao público um mundo simbólico constituído por bonecas de várias proveniências e materiais. Metáforas das atividades do ser humano, elas (e eles!) proporcionam uma visão alegre e descomprometida da vida.

Os objetos em exposição pertencem a colecionadores e/ou a artistas plásticos portugueses e estrangeiros.

 

 

Exposição Joshua Benoliel – Repórter Parlamentar

imagem

3 de fevereiro a 1 de abril de 2017

Descendente de uma família judia, Joshua Benoliel nasceu em Lisboa, em 1873, e viveu o período de transição entre a Monarquia e a República, permitindo-lhe fotografar acontecimentos históricos importantes: os reinados de D. Carlos e D. Manuel II, a Revolução Republicana de 1910, os primeiros Presidentes da República, as revoltas monárquicas e a participação do corpo expedicionário português na Primeira Guerra Mundial.

 

Exposição Revisitar Montijo

imagem

27 de fevereiro a 7 de janeiro de 2017


“Tão pequena nasceu / Mas depressa cresceu / E tão grande se fez / Quem diria?”
 
Exposição que revisita momentos marcantes no percurso da Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro e permite conhecer melhor os compositores Baltazar Manuel Valente, António Fortunato de Sousa, Paulino Gomes Júnior, António Onofre e Manuel Cola.
 

Exposição Modelos de Escultura

imagem

11 a 18 de junho de 2016
 
Exposição de Modelos de Escultura dos alunos do Curso de Modelação que decorreu de outubro de 2015 a março de 2016.
 
O curso, que foi promovido por Ricardo Contramestre, escultor montijense, teve como intenção iniciar e incentivar a prática da modelação artística em barro através da observação de modelo vivo e outros referentes, passando pelo desenho, ferramentas de modelar e suas funções, métodos e técnicas de observação e modelação, estruturas, proporções, ampliação, retrato e moldes perdidos.
 
A exposição, que estará patente até 18 de junho, mostra alguns dos trabalhos realizados pelos formandos neste curso que contou com o apoio da Câmara Municipal do Montijo e da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro.
 
Ricardo Contramestre, 43 anos, é licenciado em Ciências de Arte na área de Escultura pela Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Trabalha como escultor e em decoração para cenografia, exposições temáticas, eventos, entre outros projetos. Abriu recentemente um atelier de escultura no Montijo. 
 
 
Horário: 
Terça a sábado das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze