Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Retrato Estatístico

A cidade mais atrativa de Portugal Continental

1300x650

Montijo destacou-se na atração de população em Portugal Continental, tendo registado o valor mais elevado no indicador em análise (18%) de entre as 159 cidades portuguesas existentes.

Foi a primeira vez que o Instituto Nacional de Estatística publicou no Portal de Estatísticas Oficiais, “um retrato estatístico” das cidades, permitindo uma caracterização com base nos resultados definitivos dos Censos 2011.

De acordo com aquele organismo, “as cidades constituem espaços privilegiados de concentração de recursos – população, atividades económicas e riqueza – sendo entendidas como territórios centrais de intervenção para a promoção do crescimento económico e da competitividade”.

Se, em meados do século XX, o emprego era a razão primordial para migração interna, em pleno século XXI é a qualidade de vida que os cidadãos procuram quando tomam a decisão de viver numa cidade.

Entre as razões que contribuíram para os resultados deste estudo, encontra-se a qualidade do espaço público, nomeadamente a existência de muitos espaços verdes, um património recuperado que estimula a preservação da memória coletiva e a promoção cultural, de que se destaca a recuperação do Moinho de Maré do Cais, o Moinho de Vento do Esteval, o Cinema-Teatro Joaquim D’Almeida, a Quinta do Saldanha, a Quinta do Páteo D’Água, a Ermida de São Sebastião ou ainda a Quinta Nova da Atalaia onde foi instalado o Museu Agrícola.

A estratégia de qualificação ambiental do território foi determinante para o nível de atração da cidade, assegurando fortes benefícios para a saúde pública dos montijenses e a proteção de todo o ecossistema do Estuário do Tejo.

Foi desenvolvido um abastecimento de água de referência, foram construídos sete novos reservatórios, quilómetros de novas condutas, alargando significativamente a população servida, em especial nas zonas rurais do concelho, e estações de tratamento de águas residuais que permitiram a despoluição do rio.

Entre outros fatores, ainda a recuperação da zona ribeirinha com uma caldeira que permite a limpeza do Cais das Faluas, mas também a proteção dos pescadores em período de cheias.

Montijo é a cidade portuguesa mais atrativa de Portugal Continental por muitas outras razões que justificam a aposta, quer para residir, visitar, quer ainda para investir.

A localização é estratégica com boas acessibilidades rodoviárias e fluviais a Lisboa, ao sul e ao norte do país, para além da acessibilidade interna reforçada com a construção da estrada circular externa.

O investimento em projetos relacionados com atividades económicas é muito promissor em áreas como o enoturismo, a floricultura, a horticultura, a vitivinicultura, ou, ainda, na criação de gado suíno e na indústria de abate e transformação de carnes, onde existe forte tradição histórica.

A cidade tem inúmeras respostas às necessidades da população, quer ao nível social e comercial, quer ainda ao nível de uma rede de educação escolar e pré-escolar adequada com infraestruturas e equipamentos educativos de qualidade.

O reconhecimento do Montijo como uma cidade de topo, ao nível da atratividade nacional, constitui um estímulo redobrado em prol do desenvolvimento sustentável e da qualidade de vida dos montijenses, bem como dos enormes desafios que se colocam no século XXI.

 

(informação enviada à comunicação social pelo INE)

subscrição de newsletter

Subscreva a nossa newsletter para ficar a par de todas as novidades do Concelho.

contacto geral

Câmara Municipal do Montijo

Rua Manuel Neves Nunes de Almeida

2870-352 Montijo

T 212 327 600

F 212 327 608

E geral@mun-montijo.pt

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze