Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Arquivo Municipal

O Arquivo Municipal é um serviço da Câmara Municipal do Montijo e está integrado na Divisão de Cultura, Biblioteca, Juventude e Desporto. É um arquivo público que tem à sua guarda os documentos produzidos e recebidos pelos serviços da Câmara Municipal de Montijo, Assembleia Municipal e Serviços Municipalizados de Água e Saneamento, no decurso das suas funções ou actividades públicas, e conservados para servirem como elementos de gestão e prova, dessas mesmas funções/actividades, podendo, posteriormente, serem utilizados como elementos de estudo da História do concelho.

Na tentativa de preservar a memória colectiva do nosso concelho, é, igualmente, objectivo do Arquivo Municipal proceder à recolha e tratamento técnico da documentação produzida/recebida pelas várias instituições do concelho, no decurso da sua actividade, nomeadamente, associações, indústrias ou comércio, para, desta forma, contribuir para o estudo do nosso passado, condição para melhor perceber o presente e projectar o futuro.

 
Localização

Estrada do Pau Queimado – Afonsoeiro

2870-Montijo

Direção Postal
Rua Manuel Neves Nunes de Almeida
2870-352 Montijo
Telefone: 21 232 68 30/1
Fax: 212326839
Correio electrónico: arqmunmontijo@sapo.pt
Horário

Dias úteis das 9.00h às 12.30h e das 14.00h às 17.30h

  • Breve notícia histórica

    A decisão de constituir o Arquivo Municipal do Montijo, com atribuições, unicamente, no âmbito da documentação histórica da autarquia, foi tomada em reunião do executivo camarário de 15 de Abril de 1987. 

    A sua primeira instalação, com serviço de leitura pública, aconteceu, no ano de 1993, na Rua João Gama Lobo, depois de ter passado, juntamente com outros serviços culturais, pelas instalações do actual Museu Municipal. Do seu acervo documental constava, basicamente, o fundo histórico da Câmara Municipal, o fundo da Administração do Concelho e, após 1991, o arquivo histórico da Santa Casa da Misericórdia do Montijo. 

    A partir do ano de 1998, o Arquivo Municipal instala-se no Pátio Aldegalega, loja H, na Rua Luís Calado Nunes, e passa a ter um papel mais activo junto da administração, intervindo em todo o circuito documental, desde a fase administrativa dos documentos, à sua fase intermédia e histórica.
    Com o objectivo de dotar o Arquivo Municipal de instalações ideais à preservação, descrição e comunicabilidade dos seus documentos, foi assinado, em 31 de Agosto de 1999, um acordo de colaboração entre a Câmara Municipal e o Instituto dos Arquivos Nacionais/Torre do Tombo, no âmbito do chamado PARAM (Programa de Apoio à Rede de Arquivos Municipais).   
    A primeira fase da construção das novas instalações do Arquivo Municipal foi inaugurada a 9 de Novembro de 2001, aproveitando o antigo edifício da Secil Prebetão, na Estrada do Pau Queimado, ficando, desde logo, prevista a sua ampliação, de modo a aumentar para o triplo a sua área de depósito, através de uma adenda ao acordo inicial com o IAN/TT. 

    A inauguração das novas instalações do Arquivo Municipal, fruto desta 2ª fase do PARAM, aconteceu no dia 22 de Junho de 2007. 

    Merecem destaque, nesta última obra: o aumento da capacidade de instalação dos seus depósitos, em cerca de mais 3.000 metros lineares de estantaria (cifrando-se, neste momento, em cerca de 4.500 m.l. a sua capacidade total de depósito); a criação de uma sala de pré-arquivagem e um espaço de exposição; e a instalação de um sistema de ar condicionado, para as áreas de depósito.

  • Extensão cultural

    Cabe, ainda, ao Arquivo Municipal organizar diversas iniciativas no âmbito da divulgação do património histórico concelhio: quer através de realizações próprias, como nas exposições “Montijo e o Rio – Cem anos de uma relação (1901-2000) ”, ou “Cinema Teatro Joaquim de Almeida: Uma História com Final Feliz”, ou, ainda, “Paulino Gomes: Um Montijense Republicano e Democrata”; quer através de publicações, como na Toponímia do Concelho do Montijo, vol. 1 – Freguesia do Montijo; quer, ainda, na colaboração em publicações da autarquia, como o Foral de Canha, ou A Quinta do Saldanha no Montijo: Uma aproximação à sua história, ou Montijo (Aldeia Galega): Cem Anos de História Municipal; ou, mesmo, na colaboração na publicação periódica da autarquia Montijo: Revista da Câmara Municipal do Montijo.

  • Serviços prestados

    Aos serviços camarários:

    Gestão do arquivo corrente da autarquia; avaliação e eliminação de documentos, segundo a portaria n.º 412/2001, de 17 de Abril; incorporação de documentação arquivística; rápida disponibilização da documentação; prestação de informações de carácter administrativo ou histórico; consulta da base de dados de Processos de Obras de Particulares, de 1937 a 2014; apoio a realizações de carácter cultural.

    Aos munícipes e público em geral:

    Leitura pública da documentação histórica; consulta do Diário da República; informação de carácter documental ou histórica; reprodução dos documentos à sua guarda; biblioteca auxiliar com obras de referência geral e bibliografia local; visitas de estudo; apoio educativo e de animação cultural; apoio técnico à organização de arquivos locais.

     

    Guia de fundos

 

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze