Hoje
Hoje
Máx C
Mín C
Amanhã
Amanhã
Máx C
Mín C
Depois
Depois
Máx C
Mín C

Apresentação da investigação sobre necrópole de Sarilhos Grandes

Sarilhos grandes 1400x550 site 1 1024 2500
2018/10/13

Em 2008, foi realizada uma escavação arqueológica na necrópole de Sarilhos Grandes. Dez anos depois, no dia 27 de outubro, às 15h00, na Galeria Municipal do Montijo, a equipa de investigadores e a Câmara Municipal do Montijo vão apresentar os resultados desta investigação… que são surpreendentes e podem vir, até, a mudar a História!

Entre os dados inéditos que vão ser revelados está a presença de restos alimentares e de parasitas recuperados da região do abdómen de quatro indivíduos. Estes restos incluem amido de batata e parasitas documentados pela primeira vez na Europa neste período. Os dados sobre o consumo humano de batata são de particular relevo porque dois destes indivíduos foram datados de 1324-1625 D.C. e a data mais antiga conhecida da introdução da batata em Portugal é de 1643 D.C. (embora a introdução da batata na Europa seja conhecida historicamente desde 1567 D.C).

Estes e outros resultados vão ser comunicados no dia 27 de outubro, a partir das 15h00, na Galeria Municipal do Montijo, na conferência “Sarilhos Grandes na Expansão Portuguesa” que contará com a presença da equipa de investigadores, constituída por Paula Alves Pereira, Ana Luísa Santos, David Gonçalves, Alice Toso, Álvaro Monge Calleja, António P. Coutinho, Luciana Sianto e Ricardo Godinho.

De seguida, será inaugurada a exposição “Sarilhos Grandes entre dois mundos: o Oriente e o Ocidente”, que estará patente até 31 de dezembro. A mostra, de caráter itinerante, pretende dar a conhecer o trabalho que foi realizado pela equipa de investigadores, assim como a participação direita de sarilhenses e montijenses na Expansão Portuguesa. 

No Ano Europeu do Património Cultural, mais que um contributo para história local, estas iniciativas e o projeto de investigação da necrópole de Sarilhos Grandes podem contribuir para fornecer dados bio arqueológicos novos sobre a Expansão Portuguesa e, consequentemente, sobre a história do contacto de Portugal com os povos de outros continentes.

Em 2008, no decurso de uma intervenção da SIMARSUL, foi realizada uma escavação arqueológica de salvaguarda no Largo da Igreja de Sarilhos Grandes que incidiu sobre a necrópole (cemitério) da Igreja de São Jorge e Ermida de Nossa Senhora da Piedade. Foram exumados 21 esqueletos e, desde então, tem sido realizada investigação bio arqueológica para analisar os vestígios recuperados.

A esta investigação acresce, ainda, a existência de documentos históricos que registam a participação direta de sarilhenses e de montijenses na expansão portuguesa para Ocidente (o Novo Mundo, América) e Oriente (Ìndia). Rui Cotrim de Castanheda, capitão da 2.ª armada de Vasco da Gama à Índia e sepultado na Ermida da Nossa Senhora da Piedade, é um dos mais notáveis exemplos dos sarilhenses envolvidos na expansão portuguesa.

A equipa de investigadores e a Câmara Municipal do Montijo dão, agora, conhecimento público desta investigação e dos resultados obtidos, procurando simultaneamente iniciar uma nova fase de investigação centrada em novas escavações, em particular na sepultura de Rui Cotrim de Castanheda.

Sarilhos Grandes_CARTAZ_web

Sarilhos grandes 1400x550 site 1 1024 2500

Município do Montijo © 2015 | Todos os direitos reservados

logotipo w3camrs logotipologotipo wiremaze